Anterianas

12-01-2013

Os artistas unem os pedaços soltos do mundo. Freitas Branco e Schubert encontram-se aqui não porque o português tinha a seu cargo a edição de uma biografia de Schubert, não porque Antero conquistou o compositor com a beleza poética da sua Ideia: o que une os elos soltos desta corrente não é uma ideia, antes a sua antítese. Porque nos encontramos aqui, intérpretes e ouvintes, poetas e compositores, palavras portuguesas e alemãs e gestos de séculos tão distintos ... Frente a frente, Der Tod und das Mädchen, é do mistério que brota a revelação. Palavra e música estão intimamente ligadas em 21 formas de dizer o mesmo, interligadas pelo fio condutor do que nunca se mostra na mente sem antes passar pelo coração. Morte e rapariga no espaço do indizíel, no silêncio e na magnificiência das estrelas: uma aberta solar sobre o céu incorruptível da Consciência.

Lendo um poema de Antero de Quental - Museu Teixeira Lopes. Lançamento do CD. 2017